Tweet este tópico >>
Resultados 1 a 8 de 8

Tópico: Morto Defendendo Trans

  1. #1

  2. #2
    Senior Member Avatar de dotado come trans
    Data de Ingresso
    Feb 2011
    Localização
    sao paulo
    Posts
    994

    Padrão

    Eh vdd mesmo passou na tv ontem ki palhaçada viu pra que matar a troco de nada
    Belas travestis ativas ou passivas???
    Tanto faz!!!
    Hehehe!!!
    Eu gósto muitcho!!!

  3. #3

    Padrão

    A violência que já existe na formação do homem brasileiro, naturalmente, fica ainda mais potencializada quando preconceito e homofobia estão latentes nas pessoas.
    É muito comum ver cenas de "porrada" entre pessoas, no trânsito, nas torcidas de futebol, nas brigas de bar e balada. O que já revela a natureza violenta do machista e do machismo. Tem muita mulher que é machista também, ao extremo, e dá muita importância às reações violentas dos machos. Essa é a nossa sociedade.
    Portanto, uma briga por um motivo fútil, como esse acima, quando alimentada por preconceito e homofobia, se inflama no machismo, e acaba em tragédia.
    A morte de um jovem e a vida do agressor estragada pelo crime que cometeu e que vai marcar seu futuro certamente. Podia ser uma briga por fila de transporte, ou por ingresso no futebol, por respostas mal educadas, por implicância. Neste caso, foi porque havia mesmo uma revolta do agressor contra a transexualidade da irmã da vítima e por extensão ao seu defensor. Acabou nisso. Cagada!
    Por que eu estou falando isso aqui e desta forma?
    Porque sei que aqui no Fórum, tem muitos "machões" que com facilidade, agridem verbalmente de forma escrita, xingam, ameaçam, são estúpidos com outros por questões banais. Isso revela a sua natureza agressiva. A falta de respeito ao outro. Imagine se em vez de estar no fórum estivessem numa praça? Quantas brigas poderiam surgir?
    E brigas de rua podem terminar em tragédia como essa. Portanto, é bom aproveitar para refletir sobre nossas atitudes. Quantas vezes eu mesmo não me pego louco para cobrir um otário de porrada porque ele me ofendeu ou foi agressivo comigo? Acontece muito...
    Não estou falando isso na teoria. Já furei de faca, já dei porrada, mordida, paulada, barra de ferro, e até tiro, em brigas, no meu passado de brigão e intolerante. Fui mala.
    Podia ter pegado cana e estragado minha vida de uma vez, em várias ocasiões. Só um exemplo: Uma vez um cara me fechou no trânsito do RJ, ficou bravo que eu xinguei ele, e ameaçou me agredir. Fomos discutindo por alguns quilômetros, ele emparelhava e me ameaçava. Até que eu parei o carro numa parte deserta da zona norte, e ele também parou, esperei ele descer e quando veio pro meu lado (era grandalhão) mandei uns 3 tiros pra cima dele, sem tentar acertar. O cara saiu alucinado, pegou o carro e sumiu. Mas eu poderia ter atirado para matar. E a merda estava feita.
    Bom, coloquei esse fato para a gente ver que a merda acontece com facilidade. Quem tem cu, faz cagada!Aprendi com a idade, e com as cagadas que vi acontecer. Portanto, fica a dica.
    Galindo - Photo grafia

  4. #4

    Padrão

    Citação Postado originalmente por Galindo Ver Post
    A violência que já existe na formação do homem brasileiro, naturalmente, fica ainda mais potencializada quando preconceito e homofobia estão latentes nas pessoas.
    É muito comum ver cenas de "porrada" entre pessoas, no trânsito, nas torcidas de futebol, nas brigas de bar e balada. O que já revela a natureza violenta do machista e do machismo. Tem muita mulher que é machista também, ao extremo, e dá muita importância às reações violentas dos machos. Essa é a nossa sociedade.
    Portanto, uma briga por um motivo fútil, como esse acima, quando alimentada por preconceito e homofobia, se inflama no machismo, e acaba em tragédia.
    A morte de um jovem e a vida do agressor estragada pelo crime que cometeu e que vai marcar seu futuro certamente. Podia ser uma briga por fila de transporte, ou por ingresso no futebol, por respostas mal educadas, por implicância. Neste caso, foi porque havia mesmo uma revolta do agressor contra a transexualidade da irmã da vítima e por extensão ao seu defensor. Acabou nisso. Cagada!
    Por que eu estou falando isso aqui e desta forma?
    Porque sei que aqui no Fórum, tem muitos "machões" que com facilidade, agridem verbalmente de forma escrita, xingam, ameaçam, são estúpidos com outros por questões banais. Isso revela a sua natureza agressiva. A falta de respeito ao outro. Imagine se em vez de estar no fórum estivessem numa praça? Quantas brigas poderiam surgir?
    E brigas de rua podem terminar em tragédia como essa. Portanto, é bom aproveitar para refletir sobre nossas atitudes. Quantas vezes eu mesmo não me pego louco para cobrir um otário de porrada porque ele me ofendeu ou foi agressivo comigo? Acontece muito...
    Não estou falando isso na teoria. Já furei de faca, já dei porrada, mordida, paulada, barra de ferro, e até tiro, em brigas, no meu passado de brigão e intolerante. Fui mala.
    Podia ter pegado cana e estragado minha vida de uma vez, em várias ocasiões. Só um exemplo: Uma vez um cara me fechou no trânsito do RJ, ficou bravo que eu xinguei ele, e ameaçou me agredir. Fomos discutindo por alguns quilômetros, ele emparelhava e me ameaçava. Até que eu parei o carro numa parte deserta da zona norte, e ele também parou, esperei ele descer e quando veio pro meu lado (era grandalhão) mandei uns 3 tiros pra cima dele, sem tentar acertar. O cara saiu alucinado, pegou o carro e sumiu. Mas eu poderia ter atirado para matar. E a merda estava feita.
    Bom, coloquei esse fato para a gente ver que a merda acontece com facilidade. Quem tem cu, faz cagada!Aprendi com a idade, e com as cagadas que vi acontecer. Portanto, fica a dica.
    quantos anos vc tem galindo?

  5. #5

    Padrão

    Eu nao me meto nem para defender crianca, quanto mais trvaesti. Cada cachorro que lamba sua caceta.

  6. #6

    Padrão

    Citação Postado originalmente por slashgnr Ver Post
    quantos anos vc tem galindo?
    Respondendo com embaixadinhas...
    Para evitar ser reconhecido pela oposição, (tem gente que me caça por aí loucos pra me pegar) eu digo que sou bem mais novo do que o MICK JAGGER (dos Stones), o Steven Tyler e o Paul McCartney! Hahaha. Mas por outro lado estou próximo da faixa do Wanderley Luxemburgo e do Emerson Leão. (Que ainda estão inteiros como eu e batendo um boão).
    Bati muita pelada na paia no RJ com o Paulo Cezar Caju em Ipanema nos idos de 70! E vi o Zico começar a virar fera. Deu pra localizar?
    Galindo - Photo grafia

  7. #7

    Padrão

    captei kkkkk

  8. #8

    Padrão

    Citação Postado originalmente por Galindo Ver Post
    A violência que já existe na formação do homem brasileiro, naturalmente, fica ainda mais potencializada quando preconceito e homofobia estão latentes nas pessoas.
    É muito comum ver cenas de "porrada" entre pessoas, no trânsito, nas torcidas de futebol, nas brigas de bar e balada. O que já revela a natureza violenta do machista e do machismo. Tem muita mulher que é machista também, ao extremo, e dá muita importância às reações violentas dos machos. Essa é a nossa sociedade.
    Portanto, uma briga por um motivo fútil, como esse acima, quando alimentada por preconceito e homofobia, se inflama no machismo, e acaba em tragédia.
    A morte de um jovem e a vida do agressor estragada pelo crime que cometeu e que vai marcar seu futuro certamente. Podia ser uma briga por fila de transporte, ou por ingresso no futebol, por respostas mal educadas, por implicância. Neste caso, foi porque havia mesmo uma revolta do agressor contra a transexualidade da irmã da vítima e por extensão ao seu defensor. Acabou nisso. Cagada!
    Por que eu estou falando isso aqui e desta forma?
    Porque sei que aqui no Fórum, tem muitos "machões" que com facilidade, agridem verbalmente de forma escrita, xingam, ameaçam, são estúpidos com outros por questões banais. Isso revela a sua natureza agressiva. A falta de respeito ao outro. Imagine se em vez de estar no fórum estivessem numa praça? Quantas brigas poderiam surgir?
    E brigas de rua podem terminar em tragédia como essa. Portanto, é bom aproveitar para refletir sobre nossas atitudes. Quantas vezes eu mesmo não me pego louco para cobrir um otário de porrada porque ele me ofendeu ou foi agressivo comigo? Acontece muito...
    Não estou falando isso na teoria. Já furei de faca, já dei porrada, mordida, paulada, barra de ferro, e até tiro, em brigas, no meu passado de brigão e intolerante. Fui mala.
    Podia ter pegado cana e estragado minha vida de uma vez, em várias ocasiões. Só um exemplo: Uma vez um cara me fechou no trânsito do RJ, ficou bravo que eu xinguei ele, e ameaçou me agredir. Fomos discutindo por alguns quilômetros, ele emparelhava e me ameaçava. Até que eu parei o carro numa parte deserta da zona norte, e ele também parou, esperei ele descer e quando veio pro meu lado (era grandalhão) mandei uns 3 tiros pra cima dele, sem tentar acertar. O cara saiu alucinado, pegou o carro e sumiu. Mas eu poderia ter atirado para matar. E a merda estava feita.
    Bom, coloquei esse fato para a gente ver que a merda acontece com facilidade. Quem tem cu, faz cagada!Aprendi com a idade, e com as cagadas que vi acontecer. Portanto, fica a dica.

    por isso que sou a favor do desarmamento, o ser humano não tem discernimento das situações, qualquer discussão seja no bar, na balada e no transito acabaria em tragédia.

    provavelmente se ele estivesse armado não haveria galindo pra contar a estória e nem seu oponente para lê-la (quem sabe o cara tá aqui kkkk)

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •